Educação Moderna X Educação Tradicional: Qual Melhor Modelo para a Era da Transformação Digital?

Muito se discute sobre os benefícios da educação moderna e suas diferenças em relação à educação tradicional. Atualmente, tentamos entender qual dos dois modelos é melhor para crianças, adolescentes e adultos, assim como qual poderá proporcionar um futuro mais promissor. É claro que ambos os termos são complementares, existindo algumas diferenças e vantagens para cada um deles. O que não podemos negar é que cada vez mais a modernidade está presente nas salas de aula e isso é um movimento que não pode ser parado! A transformação digital já chegou na educação e novos modelos de ensino são fundamentais para ajudar a moldar os profissionais do futuro. Pensando nisso, falaremos um pouco mais sobre as diferenças entre a educação moderna e a educação tradicional neste artigo. Não perca!

As diferenças entre o ensino moderno e o tradicional

Educação tradicional

Os profissionais de hoje não são iguais as da geração passada. Cada um deles está imerso em um ambiente altamente tecnológico, tendo contato direto com dispositivos móveis e outros aparelhos que os desafiam a todo momento. Como consequência disso, temos crianças que se desenvolvem muito mais rápido e se tornam um desafio para as instituições de ensino que ainda se utilizam de uma educação tradicional. Do mesmo modo, os adultos possuem necessidade cada vez mais específicas para se tornarem profissionais especialistas e qualificados para exercer suas funções. A tecnologia muda o modo de perceber o mundo profissional, auxilia em diversos processos e faz com que as pessoas incluídas no mercado reciclem seus conhecimentos a todo instante — seja com uma graduação, seja com um curso de pós-graduação. O termo "educação tradicional" é tratado dessa forma, pois tal metodologia vem da tradição, métodos e atividades que são realizadas da mesma maneira por professores dentro do ambiente escolar há muitos anos e é, provavelmente, seu referencial de aprendizado, se você tem mais de 20 anos. Nele, o centro de tudo é o professor. O educador detém o saber dentro da sala de aula e torna-se a autoridade máxima, com a responsabilidade de repassar aos alunos os conteúdos que estão inseridos no currículo escolar. Nesse ambiente, o aluno é apenas um mero ouvinte passivo, recebendo informação e participando pouco em discussões e construção do saber. O objetivo é desenvolver capacidades intelectuais por meio de métodos como exercícios repetidos, memorização, dever de casa e outras atividades.

Educação moderna

Já a educação moderna, coloca o aluno como personagem principal dentro da sala de aula, responsável por construir sua própria aprendizagem, interagindo com o meio em que se encontra. Conceitos como experimentação, curiosidade, estímulos externos, dúvidas e pesquisa são fundamentais para o desenvolvimento do pensamento crítico do aluno, que aprende através de suas próprias vivências. O professor deixa de ter um papel central para se tornar um auxiliar nessa caminhada, mediando o aprendizado por meio de conversas, projetos, histórias, dúvidas e outros métodos que estimulem o pensamento crítico dos alunos. Dentro da educação moderna não se trata os estudantes como uma folha em branco. A criança, o adolescente ou o adulto ela já tem uma bagagem externa que deve ser levada em consideração. Dessa forma, cada um dos alunos não apenas aprende como também ensina, desenvolvendo capacidades intelectuais e sociais, fundamentais em sua vivência profissional dentro de uma empresa. Além disso, depois que ele nos tornamos adultos, o conceito de longlife learning se torna fundamental, pois, o que um aluno apreende durante sua vida acadêmica, principalmente na faculdade, se torna obsoleto rapidamente.

As vantagens da educação moderna

A metodologia de educação moderna se encaixa muito melhor no mundo em que vivemos nos dias de hoje. Cada vez mais, nossa sociedade se torna colaborativa, exigindo novas competências dos profissionais do amanhã. Entre as vantagens desse método em relação à educação tradicional, podemos salientar:

  • construção do saber em conjunto;

  • evolução de uma inteligência operacional;

  • ampliação do olhar do aluno acerca do mundo ao seu redor;

  • novas visões sobre situações do cotidiano;

  • capacidade de identificar implicações e de argumentar de forma mais sólida.


A transformação digital da educação

Conforme a transformação digital avança, o mundo que conhecemos muda, exigindo dos profissionais do futuro, determinadas características, que até então, não eram necessárias. Dentro desse contexto, a aplicação de novos conceitos dentro da educação é fundamental para preparar os jovens para os desafios do mundo moderno, sendo que não existe mais espaço para o uso de uma metodologia tradicional. A aplicação de metodologias como o lifelong learning, aprendizado contínuo, adaptabilidade e versatilidade se tornam um grande diferencial para quem quer se destacar no mercado de trabalho. Por conta disso, o segmento educacional tem se reciclado, buscando aplicar, cada vez mais, novos conceitos dentro de sala de aula. Com isso, nasce um modelo de educação moderna que possa suprir essas novas demandas de conhecimento. Além disso, o chamado "período escolar" tempo em que os estudantes passam na instituição de ensino, desde as primeiras séries até o ensino universitário já não faz mais sentido, uma vez que todos os dias surgem novas tecnologias que flexibilizam os moldes tradicionais da educação. Nesse ambiente de transformação diária é necessário um aprendizado contínuo para assimilação do conhecimento. Estamos vivendo o surgimento de um novo conceito educacional: o lifelong learning, que vai muito além da escola e da sala de aula. O desenvolvimento do conhecimento não é mais algo restrito ao ambiente escolar e que dura um determinado período de nossas vidas. É algo que nos acompanha durante toda a nossa vivência, aonde cada um buscará desenvolver determinadas habilidades de acordo com seus interesses. Independentemente se você atua como um profissional dentro de uma empresa ou é um empreendedor, existe a necessidade de se manter atualizado com o mercado e as novidades que surgem constantemente. O aprendizado não se restringe e nunca acaba, sendo um projeto de longo prazo. Ele permite ao profissional se reciclar ao longo da sua vivência, buscando e construindo novos conhecimentos que podem levá-lo a novos lugares.

Os impactos das mudanças na educação

As novas tecnologias trouxeram consigo várias mudanças! Estamos vivendo uma revolução nos costumes e na sociedade em geral. Barreiras linguísticas e étnicas não são mais tão fortes e impeditivas, do mesmo modo que os modelos de negócio e produção tem mudado radicalmente. Esse mundo em constante transformação demanda profissionais capacitados para lidar com desafios que não existiam até então. As mudanças que estão em curso na educação atualmente visam preparar os trabalhadores do futuro para tal cenário. A educação moderna tem um impacto direto na preparação dos jovens para esse cenário, contribuindo para o desenvolvimento de competências fundamentais nesse novo modelo econômico, no qual é preciso adaptar-se rapidamente as mudanças. Da mesma forma, prepara ainda mais os adultos para o novo cenário profissional que precisam se adequar. Com a extinção de determinados postos de trabalho devido à modernização e às novas tecnologias, o modelo de educação moderna deve preparar os profissionais para ocuparem postos distintos, nos quais o conhecimento adquirido terá mais valor que outras competências. Chegamos ao final deste post! Esperamos que você tenha entendido as principais diferenças entre a educação moderna e o modelo tradicional, além da importância de manter a construção do saber além das salas de aula.

Gostou deste post? Então, navegue pelo nosso site! Lá você também encontrará outros conteúdos como este, diversos cursos, eventos e imersões que te levarão para um outro patamar de conhecimento.

MD1 LEAD

Quem somos

Siga-nos:

Instagram

facebook

Fale conosco:

contato@md1lead.com

United States of America