Revolução Tecnológica 4.0: O que Empresários devem esperar?

A Revolução Tecnológica em ritmo acelerado já é uma realidade. Todos os dias, vemos o surgimento de novas ferramentas e modelos de negócios.

Todos esses avanços que estamos vivendo nas mais diversas áreas smartphones e redes sociais como partes integrantes da nossa vida, a Inteligência Artificial como facilitadora em várias atividades e outras tecnologias —, estão mudando a forma como vivemos, consumimos e nos relacionamos com as pessoas e as empresas ao nosso redor.

O melhor de tudo é que esse movimento é contínuo e não tem perspectiva de retrocessos! Ainda podemos esperar muita coisa que está por vir nos próximos anos: o surgimento de novos conceitos, novos métodos e aplicações de processos e a popularização de tecnologias até então inimagináveis.

Pensando nisso, falaremos neste artigo um pouco mais sobre o que esperar da Revolução Tecnológica. Acompanhe e boa leitura!


A Revolução Tecnológica

Ao longo dos anos, a sociedade viveu uma série de revoluções tecnológicas. O modelo de produção existente contou com uma ruptura e, consequentemente, a integração de novas tecnologias que melhoraram as condições de trabalho, o resultado dos processos e aumentaram a produtividade.

Dentro desse contexto, estão desde técnicas primitivas de agricultura que permitiram aos humanos deixarem de ser nômades coletores e se estabelecerem em comunidades agrícolas até as máquinas a vapor na 1ª Primeira Revolução Industrial que tornaram possíveis o desenvolvimento das grandes cidades e o comércio internacional em grande escala.

Hoje, vivemos a chamada 4ª Revolução Industrial, cujo principal ponto de mudança é a integração das tecnologias digitais dentro do contexto das indústrias e empresas. Nesse sentido, esse marco conta com o surgimento de novos modelos de negócio baseados nessas tecnologias inovadoras.

Também chamada de Revolução Tecnológica 4.0, essa série de mudanças tem como objetivo oferecer maior produtividade no ambiente empresarial e industrial, além de melhorar os resultados dentro das empresas e indústrias em geral, fomentando a competitividade em um nível global.

Sabe o que isso quer dizer? Até mesmo pequenos negócios ou as recém surgidas startups podem conquistar grandes mercados e crescer rapidamente, de forma exponencial, tornando-se concorrentes diretos de grandes nomes do mercado em que atuam.


As principais tecnologias disruptivas no futuro

São várias as tecnologias que surgem todos os dias e têm potencial para trazer produtividade para as empresas e as indústrias. Porém, temos uma lista com os carros-chefes da Revolução Tecnológica atual e que são cotados como pontos de mudança para os empresários. Vamos a eles!


Internet das coisas

A IoT (Internet of Things ou internet das coisas) é talvez uma das tecnologias mais versáteis dessa lista. Listar suas aplicações é algo complicado, uma vez que são infinitas as possibilidades dentro de cada indústria na qual se pode aplicá-la.

Dentro desse conceito, todas as coisas equipamentos, hardwares e softwares estão conectados à internet, podendo trocar informações entre si e alimentar sistemas centrais. Com isso, é possível um maior controle sobre a produção, ajustes finos diretamente em determinadas partes do processo produtivo e uma série de outras possibilidades.

Sua aplicação pode se dar em qualquer indústria. Atualmente, já estamos cercados por sensores por todos os cantos e a conectividade entre todos eles é uma questão de tempo o que será ainda mais explorado pelas empresas de forma estratégica.

Quer um exemplo prático que utilizamos em nosso dia a dia sem perceber? O Google coleta dados de diversos dispositivos móveis para realizar uma estimativa de tráfego nas estradas e traçar rotas alternativas para seus usuários por meio do app Google Maps. Incrível, não?


Chatbots

O atendimento ao cliente é um custo alto que a maioria das empresas mantém. Em contrapartida, nem sempre é possível contar com eficiência de processos nesse setor, devido às dificuldades de treinamento das equipes e alta rotatividade da área.

Os chatbots munidos de Inteligência Artificial e do machine learning podem atender clientes, receber reclamações, resolver problemas e várias outras atividades antes realizadas por um colaborador. A evolução dessa tecnologia evolui tanto dia após dia que acaba sendo muitas vezes imperceptível que o consumidor foi atendido por um sistema.

Conforme essa tecnologia avança, novas features são alcançadas. Entre elas, estão o processamento de linguagem natural, que permite ao chatbot compreender o que o cliente está falando e responder da melhor forma possível à demanda.

Os chatbots conseguem, cada vez mais, se passar por atendentes humanos. Isso quer dizer que você já pode ter conversado em um chat com algum desses robôs e não ter se dado conta!


Inteligência Artificial

Soluções de Inteligente Artificial (IA) podem ser implementadas das mais variadas formas a depender das demandas de uma empresa Algumas delas são:

  • manutenção preditiva;

  • cadeia de suprimentos;

  • análise de dados;

  • criação de estratégias de negócio;

  • gestão de colaboradores.

A IA trata de sistemas munidos de regras e que apreendem conforme aplicam esses padrões, tomando decisões de acordo com sua programação. Essas decisões são baseadas em todos os dados a que ela tem acesso, gerando resultados cada vez mais confiáveis.

Essa tecnologia é utilizada, principalmente, na automação de processos ou tarefas repetitivas, permitindo assim a diminuição de erros e problemas provenientes da interação humana com tais atividades.

Como se trata de algo muito genérico, é difícil imaginar sua real aplicação. Um exemplo muito interessante são os carros autônomos, sendo que várias empresas como Google, Uber e Tesla trabalham para o desenvolvimento e lançamento de produtos nesse sentido.


Big Data

Conforme nos cercamos de mais tecnologia, o número de informações aumenta exponencialmente. A manipulação de tais dados pode gerar uma grande quantidade de insights estratégicos para um negócio que, caso sejam bem utilizados, podem fazer a empresa crescer muito mais, de forma estratégica e sustentável.

Por exemplo, ao analisar dados acerca das vendas online de uma empresa, podemos verificar diversos indicadores que influenciam os resultados do negócio, como tempo de navegação do site, número de cliques, páginas visitadas, entre outros pontos.

Coletar e analisar cada um desses dados é responsabilidade do Big Data, uma tecnologia cada vez mais em alta atualmente. Isso acontece devido à sua capacidade de orientar a gestão de negócios correlacionada às estratégias a serem tomadas.

O Facebook utiliza a tecnologia de Big Data para analisar os perfis de seus usuários e criar segmentação de público para peças de marketing de seus clientes e isso tem deixado o senhor Zuckerberg cada vez mais rico!


Realidade aumentada

A realidade aumentada ainda é algo em constante desenvolvimento, mas que já conta com diversas soluções interessantes nos dias atuais. A tendência é que possamos ter contato com essa tecnologia no ambiente empresarial de forma mais presente.

Um exemplo claro de sua utilização na indústria é o treinamento de colaboradores em atividades de risco. O uso dessa tecnologia minimiza as possibilidades de acidentes durante esse processo, além de resguardar a saúde dos trabalhadores.

Um exemplo clássico de aplicação é o game Pokemo Go, uma febre desde o seu lançamento. O jogo utiliza da realidade aumenta para trazer os monstrinhos do famoso anime diretamente para a esquina da sua casa.

Ainda existem várias outras aplicações, como a visitação remota de ambientes (aplicável à indústria da construção civil), utilização em peças de marketing, educação e modelos de testes dentro da engenharia mecânica. É um mundo de possibilidades!


Computação em nuvem

O cloud computing já é algo comum nas empresas hoje e, gradualmente, veremos aplicações rodando de forma remota em servidores em nuvem uma vez que os custos de TI são drasticamente reduzidos ao se utilizar essa solução.

Dessa forma, pequenas e médias empresas, que antes não tinham acesso às ferramentas de software, podem contar com sistemas de última geração, automação e outras tecnologias com um menor investimento, ganhando em competitividade.


A preparação para a nova realidade tecnológica

Mesmo gigantes do mercado podem sofrer as consequências por não apostarem nas novas tecnologias. Um das maiores lições da história é o caso da Kodak, inventora da máquina fotográfica digital e que mantinha grande parte do mercado de fotografia a alguns anos atrás quem viveu o tempo da fotografia em filme se lembra dessa com toda certeza!

Contudo, a falta de visão em perceber o potencial das novas tecnologias no mercado fotográfico, fez com que a empresa deixasse de investir e mantivesse seu foco na fotografia analógica. O resultado foi o encerramento das operações da companhia em 2012.

Ao mesmo tempo, temos o caso da Uber, empresa que revolucionou o mercado dos transportes urbanos por meio do uso das novas tecnologias. Foi observada atentamente uma demanda comum e a ineficiência com que era suprida, uma solução foi encontrada e rapidamente tornou-se um sucesso mundial no mercado de transporte.

Os dois casos são emblemáticos e demonstram a importância de manter um olhar atento à Revolução Tecnológica. Isso pode ser uma grande diferença entre conquistar um mercado global ou encerrar suas atividades.


Gostou deste conteúdo? Então, não deixe de entrar em nosso site e acompanhar nossos posts. Assine agora mesmo nossa newsletter e receba outros textos interessantes como esse!

MD1 LEAD

Quem somos

Siga-nos:

Instagram

facebook

Fale conosco:

contato@md1lead.com

United States of America